Gestão financeira de clínicas

Se um profissional da área da saúde deseja ter sucesso em sua clínica, oferecendo um atendimento de excelência aos pacientes, é inegável a necessidade de uma boa gestão financeira.

Muitos profissionais da saúde buscam pela independência de conquistar seu próprio espaço no mercado. O que não é uma jornada simples, principalmente àqueles que não são especialistas em finanças, pois a faculdade não ensina como fazer a gestão financeira de sua carreira e do seu consultório.

Para que o médico possa se dedicar a cuidar dos seus pacientes, é necessário que o seu consultório seja administrado como uma empresa, por isso, a gestão financeira tem um papel importantíssimo.

Estabelecer metas e objetivos de maneira assertiva fazem com que a gestão financeira da clínica caminhe na direção que você deseja. Os objetivos da empresa podem ser alcançados a longo prazo. As metas servem para determinar qual vai ser esse prazo, ajudando a desenvolver a trajetória da melhor forma possível, revisando o planejamento financeiro sempre que necessário.

Essa consciência da clínica enquanto negócio certamente levará o gestor a minimizar riscos e garantir uma organização financeira de excelência, pois, com um diagnóstico preciso das finanças, é possível identificar fatores que necessitam serem trabalhados com urgência, dando prioridade a eles dentro do planejamento.

Além de aprender como elaborar um planejamento financeiro com acompanhamento de resultados, é importante que o gestor esteja em constante busca de conhecimentos sobre investimentos e métricas, entendendo que os benefícios de uma boa gestão vão muito além de ter dinheiro em caixa.

Também é essencial separar contas pessoais das contas da clínica. Essa é uma regra básica, mas costuma ser uma grande armadilha para os profissionais da saúde empreendedores.

Uma grande aliada na gestão financeira de uma clínica é a tecnologia. Um sistema automatizado possibilita ao gestor ter uma visão ampla de todo os setores, inclusive o financeiro, o que facilita as tomadas de decisões e a criação de estratégias para sanar eventuais problemas.

Por meio de um software de gestão interna é possível ter o controle das finanças a partir da emissão de relatórios e gráficos financeiros gerados de forma automática, em tempo real, além de evitar que haja perda de informações da clínica. 

Estar sempre atento ao fluxo de caixa e ao gerenciamento das contas a pagar/receber é de extrema relevância e deve fazer parte da rotina da clínica, com acompanhamento diário das movimentações e com muita atenção ao emitir notas para evitar problemas futuros com as autoridades fiscais.

Profissionais da área da saúde trabalham com vidas e precisam estar em paz com as suas finanças para se concentrarem tranquilos em suas atividades.

Nos siga nas redes sociais: